• Daidea

**Amazônia: preservar é uma emergência de amor **


“É preciso entender que as reservas não são dos indígenas. As florestas e os rios são do planeta. Até quando as pessoas vão ficar olhando o povo indígena defender sozinho a floresta?” Ailton Krenak




Se uma pessoa adentra os jardins de nossa casa, e começa a quebrar plantas e árvores, arrancar as flores, e afugentar os animais que ali estão, nos sentiremos invadidos, violados e desrespeitados. O planeta é a casa da humanidade toda. É a casa não só de nossa geração, é a casa dos nossos antepassados e dos nossos filhos e netos.

Temos uma dívida com os povos das florestas, que durante séculos têm preservado uma parte saudável do planeta, onde a biodiversidade amazônica pode favorecer a descoberta de novos medicamentos, além dos muitos já utilizados na medicina. Essa riqueza biodiversa nós não sabemos ainda o alcance de sua inteligência maior, que a nossa capacidade intelectual não é capaz de compreender facilmente.

Já sabemos que existem rios voadores, já sabemos que esses rios se comunicam com o deserto, já sabemos que algo não está tão bem com o clima no planeta, com os mares, com as temperaturas que oscilam em lugares onde nunca vimos em décadas registros dessas oscilações. Já sabemos que consumir o planeta tem um preço alto e só aumenta a desigualdade social.

A natureza é abundante e incansável, ela se regenera assim que a deixamos em paz. Há uma vida pulsante na natureza que resiste por muitas gerações, e estamos conseguindo reduzi-la drasticamente. Basta o acesso a registros fotográficos ou recorrer à memória das pessoas que reconhecem essa degradação, porque foram testemunhas desse fato.

Os adultos de hoje tem ainda algumas décadas de vida, os jovens já estão enfrentando os desafios econômicos de uma política de consumo crescente em um planeta que é finito, e as crianças estarão condenadas às consequências daquilo que nós não mudarmos agora.

A Amazônia, as florestas e os rios são do planeta e estão em risco para as próximas gerações, não é mais por nós, é por elas, nossas crianças, nosso futuro humano.

Talvez por isso os povos das florestas respeitem tanto a natureza, porque respeitam as crianças em suas comunidades. O respeito à natureza está diretamente ligado ao respeito às crianças, e ao respeito às mulheres e a MÃE natureza.


"A criança é um ser muito sagrado pra gente, um ser que a gente tem que dar muito amor..." Werymehe Pataxoop (professora indígena em Minas Gerais).

*“Existe um amor incondicional na natureza." Antônio Nobre (pesquisador referência no Brasil sobre os rios voadores). *

Escrito por : Mônica Noronha do Nascimento

38 visualizações11 comentários

Posts recentes

Ver tudo